Pensamentos


Alguns problemões não passam de probleminhas quando olhados sob a perspectiva do vasto mar, incomensurável mar, que nós somos. E das ondas todas que já encaramos.
Ana Jácomo
-------------------------------
Encontros preciosos não são necessariamente os que nos trazem jardins já floridos. São, um bocado de vezes, aqueles que nos ofertam mudas.
Ana Jácomo
-------------------------------
Que nenhum gesto meu aperte o seu coração,
intimide o seu riso, acorde o seu medo,
machuque a sua espontaneidade.
Ana Jácomo
-------------------------------
Gosto do riso de tudo. De flores. De gente. De bichos. Dos dias de céu azul lisinho… Às vezes, eu vejo até o riso contido no que não tem coragem de rir.
Ana Jácomo
-------------------------------
Não há lugar para onde correr: as mudanças, quando precisam acontecer, sabem como nos encontrar.
Ana Jácomo
-------------------------------
Tentar deixar a pergunta dormir um pouco pode ser a melhor maneira de abrir espaço para a resposta acordar.
Ana Jácomo
-------------------------------
Ilusão: um lugar de areia movediça pra alma, onde a gente pisa jurando que é jardim.
Ana Jácomo
------------------------------- 
Amigo novo é primavera reinaugurada, não importa qual seja a nossa estação. A sua chegada nos faz lembrar outra vez que, por mais que o tempo passe, o amor não perde essa antiga mania de continuar a florir.
Para o amigo novo - Ana Jácomo
------------------------------- 

Muitas vezes eu também já me perguntei se adianta a gente se empenhar para abrir o coração num tempo de tantos corações rigidamente trancados, em que o medo parece dar as cartas e descartar possibilidades de troca, espontaneidade e amor.
Ana Jácomo
------------------------------- 

Torça bem as lágrimas, uma a uma, até desencharcar o coração.
Depois, estenda a tristeza pra secar no varal da auto-gentileza.
Lá costuma bater sol.
 Ana Jácomo.
-------------------------------

Não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente.
Ana Jácomo
------------------------------- 

São saudades de um mundo contente feito céu estrelado. Feito flor abraçada por borboleta. Feito café da tarde com bolinho de chuva. Onde a gente se sente tranquilo como se descansasse num cafuné. Onde, em vez de nos orgulharmos por carregar tanto peso, a gente se orgulha por ser capaz de viver com mais leveza.
Ana Jácomo
------------------------------- 
Tentava sentir baixinho, mas o amor fala alto, mesmo quando silencia.
Ana Jácomo
------------------------------- 
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes. Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Ana Jácomo
-------------------------------








1 Comentário:

Tulipa Vermelha disse...

oi, os livros tem uma importância enorme na vida da gente, permitem viajar sem sair do lugar, aprender gostosamente e ainda ficamos com o vocabulário mais rico. adorei o tema! :n

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente , opine se expresse, este espaço é seu
Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre
É muito bom ter você aqui, Agradeço
Vilma Caparroz

 
Customizado por|VCaparroz|Esquina do Tempo © Copyright | Template By Mundo Blogger |